segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Pastor vence câncer na língua louvando a Deus

Canção de louvor composta por ele durante tratamento viralizou

Pastor vence câncer louvando a Deus

Mesmo diante do diagnóstico de câncer na língua, o pastor Jason David, de San Diego, Califórnia, não perdeu a fé em Deus. Desenganado pelos médicos, que afirmaram que ele não voltaria a falar e nem a cantar, sua resposta foi compor uma canção de louvor.

Surgiu então “These Walls” [Estes Muros], cujo vídeo viralizou no Facebook e tem ajudado a encorajar milhões de pessoas em todo o mundo. Durante boa parte de 2016, Jason ficou hospitalizado e em um severo tratamento.

Confinado a uma cama, ele conta que chegou a pedir para morrer. “Foi devastador”, lembra, “os médicos me disseram que eu poderia piorar, mas eu não sabia se iria aguentar”. Eu pensava: “se viver dói tanto, não quero mais viver”.

O pastor relata que ele já tinha começado a escrever a música, mas durante o tratamento acrescentou frases como “mesmo no sofrimento eu vou te louvar”. Após ter voltado para casa, depois de um período de recuperação ele a cantou pela primeira vez na sua igreja, a Bonita Valley Community.

Após ser postada online, teve mais de 5 milhões de visualizações somente no Facebook. Também se espalhou pelo Youtube. Acabou sendo traduzida para 12 idiomas e é cantada em igrejas de pelo menos 25 países.

Até hoje ele recebe e-mails de pessoas contando como aquela canção os ajudou a enfrentar seus próprios problemas. “Há quem tenha deixado de cantar, de dançar ou de tocar por causa de uma doença ou um acidente”, destaca.

Lendo todos esses testemunhos, ele decidiu lançar agora um vídeo clip de “These Walls” com cenas que remetem a todos os testemunhos que ele recebeu. Também está lançando comercialmente no iTunes e em CD.

Jason voltou a pregar e a cantar. Ele agora espera que seu testemunho de superação chegue a um número maior de pessoas ainda. Com informações NBC

Confira o clipe:


Ainda sem uma versão oficial em Português, a letra diz:

Tu és maior que estes muros ao meu redor
Tu és mais forte que este exército que eu vejo
Tu és maior que as montanhas que eu enfrento
E eu escolhi adorar somente a Ti

Esta e a minha canção, este é o meu desafio
Te adorar, ainda que estes muros continuem de pé
Esta é a minha canção, esta é a minha oração
E eu vou declarar que nada é difícil demais para Ti
Não há nada que tu não possas fazer
Eu vou manter meus olhos, meus olhos em Ti
E ver estes muros começarem a cair
Mesmo em meio ao sofrimento, eu vou cantar
Mesmo em meio aos meus questionamentos
Tu és sempre bom
Bom para mim
E eu vou cantar
gospelprime.com.br
Jarbas Aragão

"O maior título da minha vida foi quando me firmei com Jesus", diz ex-jogador Zinh

Falando sobre as dezenas de vitórias que acabou acumulando em sua carreira, Zinho revelou que considera que seu maior título é o de 'filho de Deus'.
"O maior título da minha vida foi quando me firmei com Jesus", diz ex-jogador Zinho

Ser tetracampeão do mundo pela Seleção Brasileira de Futebol pode parecer uma emoção indescritível, mas segundo o ex-jogador de renome mundial, Crizam César de Oliveira Filho - mais conhecido como Zinho - nem mesmo esta conquista se compara ao sentimento de plenitude que é entregar sua vida a Jesus.

A declaração foi feita pelo ex-jogador em um bate-papo com o pastor Maurício Fragale para o programa "Nova Talk", no qual ele compartilhou um pouco mais de seu testemunho.

Já no início da entrevista, Zinho conta que apesar de seus parentes contarem uma história descontraída sobre a sua relação com o esporte já desde criança, hoje ele compreende que o futebol fazia parte do cumprimento dos planos de Deus em sua vida.

"Quando eu tinha três anos de idade, na Copa de 70... um tio meu tinha uma casa em Petrópolis e a gente foi para lá. O Brasil foi campeão do mundo e os meus primos saíram para comemorar. Ninguém me viu indo atrás deles e muito menos eles", contou.

"Na época, a minha mãe era católica e ficou rezando, pedindo para eu aparecer, agarrada com o sapatinho meu que ficou em casa e, justamente, foi o do pé esquerdo. Eu sou canhoto no futebol, a direitinha era só para tocar a bola. E a minha mãe ficava: 'O meu filho tem que aparecer, abençoa, protege, se ele aparecer, um dia ainda vai ser jogador de futebol, esse pezinho esquerdo aqui ainda vai dar muita alegria", acrescentou.

Zinho reconhece que acima da "profecia" de sua mãe, já estava a ação soberana de Deus sobre sua vida.

"É aquela coisa de mãe, da fé. Claro que não foi por causa disso, Deus já tinha um plano para a minha vida, mas todo mundo, a família toda conta essa história quando eu comecei a 'engatinhar' no futebol, que foi alguns anos depois"

Maior título
Falando sobre as dezenas de vitórias que acabou acumulando em sua carreira, Zinho revelou que considera que seu maior título está fora do esporte.

"Saí da Baixada para ser campeão do mundo pela Seleção e voltei para a Baixada, para ajudar o Nova Iguaçu a ir para a primeira divisão. Foi muito legal esse projeto, deu certo, eu tenho esse título também na minha carreira", relatou. "Foram 29 títulos na minha carreira. Na verdade são 30, porque o maior de todos não foi como jogador, foi o de ser filho de Deus. O maior título da minha vida foi quando eu me batizei, me converti, me firmei com Jesus e aí eu ganhei o título da vida, que é ser filho de Deus".